Advertisement
  1. Code
  2. Mobile Development

Introdução ao Android Studio

by
Read Time:10 minsLanguages:

Portuguese (Português) translation by Francisco Sousa (you can also view the original English article)

Android Studio é um novo IDE (Ambiente de Desenvolvimento Integrado) feito de forma gratuita pela Google para os developers (programadores) de Android. O Android Studio é baseado no IntelliJ IDEA, um IDE que também oferece um bom ambiente de desenvolvimento para Android. Neste tutorial, irei-vos mostrar como criar um novo projecto Android e como aproveitar as vantagens das funcionalidades que o Android Studio tem para oferecer

1.Configuração do projecto

Antes de começar a explorar o Android Studio, irás primeiro precisar de fazer download e instalar. Nota que vais necessitar do JDK6 ou superior instalado. Se estás no Windows, executa o ficheiro .exe e segue os passos de configuração/instalação do assistente. Se estás no OX X, monta a imagem do disco através do duplo clique e arrasta o Android Studio para a tua pasta Applications/aplicações.

Se completas-te os passos acima descritos, então o teu ambiente de desenvolvimento deve estar configurado correctamente. Estás pronto para criar a tua primeira aplicação Android usando o Android Studio. Quando executas o Android Studio pela primeira vez, deverá ser-te apresentado o ecrã de boas-vindas, oferecendo-te várias opções para começares.

Neste tutorial, nós vamos escolher a opção New Project. Contudo podes escolher Import Project Se por acaso quisesses importar um projecto, por exemplo do Eclipse para o Android Studio. O Android Studio irá converter o projecto do Eclipse para um projecto do Android Studio, adicionando os ficheiros de configuração necessários para ti.

Se escolheres Open Project através da lista de projectos, podes abrir projectos que foram criados tanto através do Android Studio, como através do IntelliJ IDEA. Ao escolher Check out from Version Control, podes ver um cópia do projecto que está sobre o controlo de versões. Isto é uma boa forma de rapidamente estar ao mesmo ritmo de um projecto existente.

Para começarmos, escolhe New Project através da lista de opções. Isto irá mostrar-te uma lista de opções para configurar o teu novo projecto. Neste tutorial, nós vamos criar uma simples aplicação para mostrar-te algumas das mais importantes funcionalidades do Android Studio. Eu tenho a certeza que tu vais concordar que não há melhor nome para o nosso projecto que HelloWorld.

Como podes ver no captura de ecrã(screenshot), Eu chamei a minha aplicaçãoHelloWorld e defini o nome do módulo como HelloWorld. Se não estás familiarizado com o IntelliJ IDEA, deves estar a pensar o que é um módulo. Um módulo é um unidade discreta de funcionalidade que pode se compilada, executada, testada, e depurada independentemente. Módulos contêm código fonte (source code), scripts de construção (build scripts), e tudo o resto que seja necessário para uma tarefa em especifico.

Quando crias um novo projecto, também podes definir o nome do pacote(package) do teu projecto. Por defeito, o Android Studio define o último elemento do pacote (package) do projecto como o nome do módulo, mas podes mudá-lo para o que tu quiseres.

As outras definições são a localização dos projectos na tua máquina, o SDK mínimo, o SDK que o teu projecto será compilado e o tema do projecto. Também podes dizer ao Android Studio para criar uma classe Activity e um ícone de “lançamento” personalizado, quer o teu projecto suporte GridLayout, Fragments, a Navigation Drawer, ou Action Bar.

Nós não vamos criar um ícone personalizado para esta aplicação, assim podes desseleccionar a caixa de selecção (checkbox)Create custom launch icon. Clica em Next para continuar a configuração do teu projecto.

Porque nós seleccionamos a caixa de selecção(checkbox) Create activity no passo anterior, é te perguntado para configurares a classe Activity que o Android Studio irá criar para ti.

Já que vamos começar com uma classe Activity vazia/em branco, podes clicar em Next para proceder ao próximo passo de configuração no qual te é perguntado qual é o nome da classe Activity, o layout principal e o fragmento (fragment) do layout. Podes também definir o tipo de navegação, que nós iremos deixar como None para este projecto. Observa o próxima captura de ecrã (screenshot) para ver como é que as tuas configurações deverão estar.

Depois de clicar em Finish, ser-te-á apresentado a interface do utilizador do Android Studio com o explorador do projecto à esquerda e o espaço de trabalho à direita. Com o teu projecto configurado, é tempo para explorar as funcionalidades chave do Android Studio.

2. Dispositivos virtuais do Android

Dispositivos virtuais do Android ou AVD(Android Virtual Device) é um emulador de configuração, que permite modelar um dispositivo Android. Isto permite executar e testar aplicações num grande alcance de dispositivos muito facilmente. Com um dispositivo virtual do Android, podes definir o hardware e o software que o Android Emulator(emulador do Android) precisa de emular.

A forma preferida de criar um dispositivo virtual do Android é através do AVD Manager (gestor de AVD), o qual dá-te acesso ao Android Studio através da selecção Android > AVD Manager através do menu Tools.

Se o teu ambiente de desenvolvimento não estiver configurado correctamente o gestor de dispositivos virtuais deverá parecer-se com a captura de ecrã (screenshot) abaixo..

Para criar uma nova AVS, clica em New... à direita, dá um nome a AVD, e configura o dispositivo virtual com é descrito em baixo. Clica em OK para criar a tua primeira AVD.

Para usares a tua recente criada AVD, selecciona da lista do gestor de AVD, e clica em Start... que está à direita. Se a tua AVD está correctamente configurada, o emulador Android deverá ser iniciado como é mostrado na captura de ecrã (screenshot) abaixo.

Com o emulador de Android pronto e a executar, é o momento para lançar a tua aplicação seleccionando Run 'helloworld' através do menuRun. Esta é forma fácil como é executada uma aplicação no emulador de Android.

3.Layout em tempo real

A funcionalidade layout em tempo real, permite pré-visualizar a interface da tua aplicação, sem a necessidade de executares no teu dispositivo ou emulador. A funcionalidade layout em tempo real é uma ferramenta poderosa que vai literalmente salvar-te horas. Ver a interface do utilizador da tua aplicação é muito mais fácil usando layouts em tempo real.

Para trabalhar com layouts em templo real, faz duplo clique no ficheiro XML de layour e selecciona a tab Text que está abaixo do espaço de trabalho(workspace). Selecciona a tab Preview Que está a direita do espaço de trabalho (workspace) para ver um pré-visualização do actual layout. Qualquer alteração que faças ao layout XML será reflectido na pré-visualização à direita. Observa a captura de ecrã (screenshot) abaixo para ter uma melhor ideia desta agradável funcionalidade.

Existem muitas outras vantagem da funcionalidade de layout em tempo real que merecem ser apontadas. Podes por exemplo, criar várias variações do layout XML que tu estás a trabalhar, através da selecção do primeiro menu no painel Preview. Podes por exemplo, criar vistas separadas para portrait (vertical) e landscape (horizontal) e o Android Studio irá criar as pastas necessárias e os ficheiros para ti.

O segundo menu no painel Preview permite-te modificar o tamanho do teu dispositivo que é mostrado no paintel Preview. O terceiro menu permite-te mudar a orientação do teu dispositivo, o qual também é mostrado no painel Preview, o que faz com que seja fácil ver como é que o layout se comporta com diferentes orientações e usando diferentes temas.

O quarto menu no painel Preview dá-te fácil acesso à Activity ou ao fragmento (fragment) no qual o teu layout é usado. O painel Preview permite-te mudar a linguagem usada no layout em tempo real fazendo com que seja fácil pré-visualizar o layout em diferentes linguagens. O menu mais à direita permite-te mudar a versão da API.

O painel Preview também inclui controlos para fazer zoom no layout, actualizar o painel Preview, ou tirar uma captura de ecrã (screenshot) .

4. Templates

O Android Studio providência aos developers(programadores) uma variada série de templates de forma a acelerar o desenvolvimento. Estes templates criam automaticamente uma Activity e os ficheiros XML necessários. Podes usar estes templates para criar uma aplicação básica Android, à qual podes executar no dispositivo ou no emulador.

Com o Android Studio, podes criar um template quando crias uma nova Activity. Clique direito em package name na navegação do projecto à esquerda, selecciona New através do menu, e escolhe Activity da lista de opções. O Android Studio mostra-te uma lista de templates, tal como Blank ActivityFullscreen Activity, ou Tabbed Activity.

Também podes seleccionar Image Asset através do menu, o qual vai lançar um assistente que te vai guiar através do processo de criação. Deixa-me mostrar como criar uma nova Activity baseada no template Login Activity. Selecciona a opção Login Activity da lista de templates de Activity para serem executados pelo assistente.

Como tu podes ver na captura de ecrã(screenshot) abaixo. Eu chamei Activity LoginActivity, defini o Layout Name para activity_login, dando a Activity o titulo de Sign In. A caixa de selecção (checkbox) Include Google+ sign in é seleccionada por defeito. Desselecciona uma vez que esta funcionalidade não será usada no nosso exemplo.

Podes opcionalmente definir Hierarchical Parent para a nova Activity. Isto irá deixar-te navegar para trás se tu tocares no botão de retroceder do dispositivo. Nós vamos deixar este campo vazio. Após clicar em Finish,o Android Studio criar os ficheiros e pastas para ti. Se tudo correr bem. Deves ver uma nova Activity e um Layout no teu projecto.

O próximo passo é configurar uma nova Activity no ficheiro de manifesto para que possa ser usado na principal Activity quando a tua aplicação inicia. Como podes ver no ficheiro de manifesto abaixo a classe LoginActivity tem o seu próprio nó(node) de activity.

Para fazer com que a tua aplicação inicie a LoginActivity que crias-te, remove o nó(node) activity da classe LoginActivity e substitui com.tuts.HelloWorld.MainActivity com com.tuts.HelloWorld.LoginActivity. O resultado é que a aplicação irá agora usar a classe LoginActivity class e a classe principal Activity.

Quando crias e executas a tua aplicação no emulador, deves ver um ecrã semelhante ao mostrado abaixo. Isto significa que conseguiste com sucesso substituir a classe Activity vazia com a nova LoginActivity criada.

5. Ferramentas de análise de código

Testar o teu código é uma coisa, mas é igualmente importante aplicar as melhores práticas quando escreves o código. Isto irá aumentar a performance e a estabilidade geral da tua aplicação. Assim também será mais fácil manter uma estrutura correcta do teu projecto.

O Android Studio inclui o Android Lint, um analisador estático que analisa o código fonte do teu projecto. Ele pode detectar potenciais bugs e outros problemas que o teu compilador pode ignorar.

A captura de ecrã (screenshot) abaixo, por exemplo diz-nos que o LinearLayout neste layout é inútil. Esta é uma coisa boa do Android Lint é que dá-te uma razão para o aviso ou erro, o que torna mais fácil de corrigir ou resolver.

É uma boa prática executar o Android Studio, com uma ferramenta de lint de tempos a tempos, para verificar potenciais problemas do teu projecto. A ferramenta lint irá ainda dizer-te se tens imagens duplicadas ou traduções.

Para executar a ferramenta lint, selecciona Inspect Code… através do menu Analyzeno Android Studio para iniciar o processo. Quando o Android Studio tiver acabado se inspeccionar o teu projecto, ele irá apresentar-te os resultados na parte inferior da janela. Nota que com a adição do Android Lint, o Android Studio efectua uma série de outras verificações. Simplesmente faz duplo clique num problema para navegar para o ficheiro onde o problema está localizado.

6. Editor de layout avançado

Android Studio tem um editor de layout avançado no qual podes arrastar e largar (drag and drop) componentes na interface do utilizador. Também podes pré-visualizar layouts em múltiplas configurações de ecrã, assim como vimos anteriormente neste tutorial.

Este editor de layout avançado é muito fácil de usar. Nós primeiro necessitamos de um layout com que trabalhar. Navegar para a pasta do layout no teu projecto res, clique direito do rato na pasta layout folder, e seleccionar New > para o ficheiro do recurso do layout  através do menu que aparece.

Dá ao novo layout um nome, define o seu elemento root(raíz), e clica em OK.O Android Studio irá automaticamente abrir o layout do editor à direita.

Na parte inferior do editor, deves ver duas tabs,DesignText. Clicando na tab Texttab traz-te para a frente o editor, permitindo-te fazer alterações para o actual layout.

Clicando na tab Design traz-te para a frente outro editor que te mostra a pré-visualização do layout. Para adicionar um widget ao layout, arrasta-o da lista de widgets da esquerda para a direita. È assim simples.

Conclusão

Neste tutorial, nós demos uma vista de olhos a algumas funcionalidades chave do Android Studio. Este é muito semelhante ao Intellij Idea, mas contêm uma série de melhorias importantes, que fazem o desenvolvimento do Android mais fácil, rápido e de forma mais agradável.

Seja o primeiro a saber sobre novas traduções–siga @tutsplus_pt no Twitter!

Advertisement
Advertisement
Looking for something to help kick start your next project?
Envato Market has a range of items for sale to help get you started.