Unlimited Plugins, WordPress themes, videos & courses! Unlimited asset downloads! From $16.50/m
Advertisement
  1. Code
  2. WordPress
Code

Lançando Sua Framework Para Temas do WordPress

by
Difficulty:IntermediateLength:ShortLanguages:
This post is part of a series called How Theme Frameworks Actually Work.
Developing Plugins for Your WordPress Theme Framework
Writing Documentation for Your WordPress Theme Framework

Portuguese (Português) translation by Erick Patrick (you can also view the original English article)

Talvez você tenha acabado de criar uma framework para seus próprios temas ou para sua equipe, assim, os passos envolvidos para o lançamento dela não serão relevantes. Mas, se quiser que seu código esteja disponível ao público, você terá de encontrar alguns meios de distribui-la além de decidir se as pessoas terão de pagar por ela ou não.

Nesse tutorial, mostraremos as seguintes opções:

Gratuitas:

  • O respositório de Temas do WordPres
  • O GitHub ou repositório semelhante

Premiums:

  • Uma empresa terceirizada e especialista em temas
  • Seu próprio site

Também falaremos da opção freemium, que inclui ambas as opções acima.

Lançando sua Framework Gratuitamente

Se você criou para seu próprio trabalho, mas também gostaria de torná-la disponível para os outros, é interessante considerar a opção de lançar de forma gratuita. Você presenteia a comunidade do WordPress e ainda tem acesso a um grande número de talentosos desenvolvedores que talvez estejam interessados em ajudar a aprimorar sua framework.

Basicamente, você tem duas opções se quiser lançar seus códigos gratuitamente:

O Repositório de Temas do WordPress

Esse será o primeiro lugar onde os usuários de WordPress e desenvolvedores buscarão caso estejam em busca de um tema gratuito para WordPress. Enviar seu tema não custa um centavo, mas precisa garantir que ele segue As Regras de Revisão de Temas:

  • Qualidade de Código. Você deve manter o Padrão de Codificação do WordPress e não deve gerar qualquer notas de funções obsoletas, avisos ou erros.
  • Apresentação vs. Funcionalidade. Temas são para apresentação, assim, se seu tema inclui bastante funcionalidade, elas deverão ser abstraídas em um plugin.
  • Funcionalidades do Tema. Seu tema deve dar suporte a todas as funcionalidades principais do WordPress, independente dele ter suas próprias funcionalidades adicionais.
  • Tags de modelo e ganchos. Eles devem ser implementados corretamente.
  • Classes CSS geradas pelo WordPress. Seu tema deve usá-las onde for relevante.
  • Arquivos de Modelo. Seu tema deve usá-los corretamente.
  • Segurança e Privacidade. Temas devem garantir a segurança dos dados e a privacidade dos usuários.
  • Licenças. Seu tema deve estar licenciado com base em um licença compatível com a GPL.
  • Namenclatura. Seu tema não pode incluir a palavra WordPress e deve ser único para evitar confusão.
  • Links de crédito. Seu tema deve usá-los apropriadamente.
  • Documentação. No mínimo, deve ser dado um arquivo readme.txt.
  • Testes Unitários de Tema — Seu tema deve passar por todos.
  • Obsolência do tema. Seu tema deve manter-se atualizado após ser aceito.

Os Testes Unitários de Temas é o teste que os revisores de temas executarão nas partes do seu modelo durante o processo de revisão, logo, vale a pena executá-los antes de enviar para o repositório. Os passos são:

  1. Baixe o arquivo XML contendo os dados de teste.
  2. Usando o menu de Importação, importe o arquivo XML para seu tema.
  3. Configure o WP_DEBUG como true em seu arquivo wp-config.php.
  4. Instale o conjunto de plugins através do Plugin de Desenvolvedor.
  5. Execute a revisão de tema usando o processo apresentado nesse guia.

Se seu tema passar no teste e seguir o padrão listado acima, ele está apto a ser enviado. Envie-o seguindo o guia apresentado e seja paciente - os testadores de temas são voluntários fazendo esse trabalho em seus tempos livres, então, não espere por uma resposta tão rápida.

GitHub

Usar o GitHub para distribuir seu tema dá mais controle que o que teria usasse o repositório de temas e ainda economiza alguns passos quando precisar atualizá-lo.

Tudo que precisa fazer é criar um repositório público com os arquivos do seu tema. Talvez você queira criar uma conta específica para sua framework (ou uma organização associada a sua conta), para manter as coisas separadas da sua conta pessoal, caso tenha uma. A vantagem em fazer isso é que você pode adicionar plugins e temas filhos em repositórios separados na nova conta e criar um espaço para tudo relacionado à sua framework, que terá seu próprio espaço.

Será muito fácil para seus usuários baixar seu código do GitHub e se quiserem trabalhar por conta própria nele, podem, simplesmente, cloná-la. Além do mais, você pode encorajar outros usuários a fazerem aprimoramentos e adições à sua framework, através da criação de forks do seu projeto, mas, garanta a revisão de todas as mudanças antes de aceitá-las no ramo principal de seu repositório.

O GitHub é uma ferramenta útil se sua framework for voltada aos desenvolvedores, mas, se estiver focando nos usuários, é melhor colocá-la no repositório de temas do WordPress, que é muito mais amigável aos usuários.

Lançando uma Framework Premium

Novamente, você tem duas escolhas para esse tipo de lançamento da sua framework:

  • Distribuí-la através de uma empresa terceirizada e especializada em temas
  • Distribuí-la através do seu próprio site

Usar uma empresa terceirizada dá a vantagem de tornar o seu tema mais visível, mas também significa que a empresa terá um percentual sobre suas vendas. No começo, isso valia muito a pena, porque você teria acesso a um número bem grande de usuários em potencial, provavelente, tendo uma maior chance de ganhar dinheiro. Se sua framework se estabilizar, talvez queira distribuí-la por conta própria.

Empresas Terceirizadas Especializadas em Temas

Há um grande número de empresas terceirizadas que você pode usar. Muitas delas só vendem temas filhos de suas próprias frameworks, então, tenha certeza de usar uma empresa que venda temas próprios. Você também quererá ter certeza que sua framework será apresentada como tal, ao invés de, simplesmente, um tema.

Não proverei um lista de empresas terceirizadas, uma vez que o mercado muda constantemente, mas aconselho a buscar bastante para encontrar aquela que vende o tipo de tema que você produziu para o mercado apropriado. Também veja o percentual que eles tomam em cada venda e se eles usam a licença GPL.

Distribuição Própria

Distribuir sua framework por conta própria, dará mais controle sobre como venderá e como fará para adicionar temas filhos e plugins criados para dar suporte a ela. Dessa forma, não terá um grande público, mas pode adotar o modelo freemium, onde você disponibiliza algum código, gratuitamente, através do repositório de temas do WordPress e outros códigos (temas filhos e plugins) através de algum meio de inscrição ou pagamento externo.

Para vender sua framework no seu próprio site, você precisará criar uma documentação para seus usuários e configurar as inscrições online e os downloads seguros. Um plugin como o WooCommerce ajudará nisso. Você também precisará dar um jeito com o planejamento de marketing.

Usando um Modelo 'Freemium'

A ideia de temas e plugins 'freemium' é desenvolver o tempo todo. Novas maneiras de fazer isso funcionar aparecem o tempo todo, mas aqui estão algumas ideias:

  • Lance sua framework de graça e desenvolva temas filhos e plugins premium para ela.
  • Lance uma versão simplificada da framework de graça e adicione funcionalidade extra através de downloads, por alguma taxa.
  • Lance sua framework gratuitamente e dê suporte ou disponibilize documentação para os inscritos pagantes.

A vantagem desse modelo é que você tem acesso ao repositório de temas do WordPress com milhares usuários baixando temas de lá, todos os dias, e você pode enviá-los para seu próprio site, caso queiram funcionalidades premium, dando-lhe mais controle caso usasse uma empresa terceirizada de temas.

Conclusão

Lançar sua framework para outros usuários dá a oportunidade de você ganhar algum dinheiro ou dar algo em retorno à comunidade. Como mostrei, você pode escolher lançar seu código gratuitamente ou por um preço, ou mesmo uma combinação dos dois.

O que você escolherá, dependerá das suas próprias necessidades e do público alvo da sua framework. Independente do que você escolher, tenha certeza de manter os arquivos da sua framework atualizados para os usuários e reveja sua estratégia de publicidade de vez em quando.

Boa sorte!

Seja o primeiro a saber sobre novas traduções–siga @tutsplus_pt no Twitter!

Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Looking for something to help kick start your next project?
Envato Market has a range of items for sale to help get you started.