Unlimited Plugins, WordPress themes, videos & courses! Unlimited asset downloads! From $16.50/m
Advertisement
  1. Code
  2. WordPress

50 Filtros Para WordPress: Final da Série

by
Difficulty:BeginnerLength:MediumLanguages:
This post is part of a series called 50 Filters of WordPress.
50 Filters of WordPress: Filters 41-50

Portuguese (Português) translation by Erick Patrick (you can also view the original English article)

Bem-vindo ao final da série "50 Filtros Para WordPress"! Nesta última parte, revisaremos o que aprendemos e resumiremos todos os 50 filtros em 10 palavras (é tudo ou nada) cada uma.

É hora de começar!

Primeira Parte: Uma Introdução aos Filtros para WordPress

Na primeira parte da série, entramos no mundo mágico dos filtros e aprendemos o que eles são, como funcionam, quando usá-los e como devemos, usá-los. Então, nós aprendemos:

O que é um filtro do WordPress: Um filtro é um função que é executada entre uma base de dados e o navegador, realizando ações sobre seus dados, antes do WordPress retorná-los. O WordPress tem—literalmente—centenas de filtros em seu código base e você pode criar seus próprios filtros para as coisas que desenvolver (como plugins). Foi isso que aprendemos.

Como criar um função filtradora e atrelá-la a um filtro: Na verdade, é bem simples: criamos uma função que trabalha com os dados e atrelamo-a a um filtro correspondente, usando a função add_filter() (Eu talvez tenha simplificado demais - é um pouco mais complicado que isso). Tenha certeza de verifica a primeira parte da série, caso não tenha ainda. É bem importante.

Como remover uma função (ou funções) de um filtro: Aprendemos duas funções do WordPress para desatrelar funções de filtros: remove_filter() e remove_all_filters() (é bem fácil adivinhar qual função remove uma e qual remove todas as funções atreladas a um filtro). Nós aprendemos como usá-las.

Como criar nossos próprios filtros: O WordPress tem centenas de filtros em seu código, mas e se quisermos que nosso plugin seja tão flexível e expansível quanto o código do próprio WordPress? Pois bem, podemos criar nosso próprios ganchos de filtro, usando a função apply_filters(). Caso seja um desenvolvedor de plugins, tenha certeza de aprendê-la muito bem.

Segunda parte: 5 Partes para 50 Ótimos Filtros e Seus Exemplos

Após adentrar o mundo dos filtros do WordPress, a melhor coisa a se fazer seria aprender sobre todo e cada filtro existente no código do WordPress. Ainda que esse tutorial fosse o melhor de todos os tutoriais sobre o WordPress, levaria muito tempo e esforço porque há mais de mil filtros só no código base da versão 3.9.1 do WordPress.

Isso não quer dizer que devemos ficar parados e aprender nada. Escolhi 50 filtros, apresentando-os através pequenos parágrafos e apresentando exemplos de cada um. Eis o que aprendemos, de forma bem rápida:

50 Filtros Para WordPress – Parte Dois

  1. login_errors permite-nos alterar as mensagens de erro de login do WordPress;
  2. comment_post_redirect permite-nos redirecionar os visitantes para uma página interna do nosso site (ou uma página externa permitida) após eles realizarem um comentário;
  3. allowed_redirect_hosts permite-nos definir servidores externos "seguros" para a função wp_safe_redirect();
  4. body_class permite-nos configurar classes CSS para a tag <body>;
  5. locale faz com que o WordPress altere seu idioma;
  6. sanitize_user limpa os nomes de usuários e permite-nos alterar a sequência de limpeza;
  7. the_content filtra o conteúdo do artigo e permite-nos alterá-lo antes que o conteúdo seja apresentado;
  8. the_password_form criar formulários de senha para os artigos protegidos, além de permitir alterar os formulários;
  9. the_terms filtra o retorno da função the_terms() e permite-nos alterá-lo;
  10. wp_mail_from permite-nos alterar o nome do Remetente do e-mails que o WordPress envia;

50 Filtros Para WordPress – Parte Três

  1. gettext filtra as cadeias de caracteres traduzíveis, de modo que possamos alterar seu comportamento ou alterar as cadeias completamente;
  2. sanitize_title limpa os títulos dos artigos de modo que possam ser salvos como "urls amigáveis", além de nos permitir alterar esse processo;
  3. no_texturize_shortcodes permite-nos adicionar nossos shortcodes à lista "de não texturização";
  4. pre_comment_approved filtra o processo antecessor à aprovação (ou não) dos comentários, permitindo-nos alterá-lo;
  5. enable_post_by_email_configuration permite-nos habilitar ou desabilitar a funcionalidade "publicar por e-mail" do WordPress;
  6. wp_title filtra os títulos das páginas, geralmente apresentadas nas tags <title> e nas abas de nossos navegadores;
  7. preprocess_comment lida com o processo anterior ao salvamento de qualquer dado dos comentários na base de dado;
  8. login_redirect permite-nos configurar um redirecionamento "seguro" após os usuários realizarem login;
  9. plugin_action_links_$plugin permite-nos mostrar links abaixo dos nomes de nossos plugins na página Plugins;
  10. the_editor_content dá-nos a oportunidade de preencher o conteúdo de um editor de artigo que, por padrão, vem vazio;

50 Filtros Para WordPress – Parte Quatro

  1. use_default_gallery_style permite-nos habilitar ou desabilitar regras CSS padrão para o shortcode [gallery];
  2. wp_get_attachment_url filtra o retorno das URLs de anexos, permitindo-nos alterá-las;
  3. wp_mail_content_type permite-nos alterar o tipo de conteúdo dos e-mails que o WordPress envia (por padrão, ele envia como text/plain);
  4. pre_comment_user_ip permite-nos mexer com os endereços IP dos comentaristas, antes deles serem salvos na base de dados;
  5. wp_revisions_to_keep permite-nos alterar o limite de revisões para artigos — um único artigo, tipo de artigo ou qualquer coisa que imaginar!
  6. img_caption_shortcode filtra o shortcode [caption] das imagens e permite-nos reescrever, completamente, seu retorno, se necessário;
  7. post_class filtra a função post_class() e permite configurar classes CSS customizadas para os artigos;
  8. attachment_fields_to_edit permite-nos adicionar ou remover campos de formulários para os anexos;
  9. excerpt_length permite-nos alterar quantas palavras serão apresentadas em resumos automáticos do WordPress;
  10. bulk_actions-$screenid filtra as ações em massa das listas de itens nas páginas administrativas, permitindo adicionar ou remover ações;

50 Filtros Para WordPress – Parte Cinco

  1. posts_search filtra o processo de busca, permitindo-nos alterá-lo como quisermos;
  2. wp_editor_set_quality configura a qualidade de compressão para os anexos redimensionados (imagens);
  3. widget_text filtra o widget de Texto padrão, permitindo-nos alterar seu retorno;
  4. the_content_feed permite-nos alterar o conteúdo dos itens do feed;
  5. mce_buttons permite-nos adicionar ou remover botões da primeira linha do Editor Visual;
  6. list_terms_exclusions permite-nos definir exceções à lista de termos;
  7. image_size_names_choose permite-nos adicionar nomes de tamanhos de imagens customizados na lista suspensa de "Tamanhos", quando uma imagem é adiciona através do Editor Visual;
  8. excerpt_more permite-nos alterar o texto [...] dos resumos para outra coisa;
  9. manage_posts_columns facilita a edição de colunas das listas de artigos das páginas administrativas;
  10. user_contactmethods permite-nos adicionar ou remover campos dos perfis de usuários;

50 Filtros Para WordPress – Parte Seis

  1. script_loader_src filtra a função wp_enqueue_script() e nos permite alterar o retorno da função;
  2. admin_post_thumbnail_html permite-nos adicionar HTML após o link "Adicionar imagem destacada" na página de "Novo Post";
  3. comment_flood_filter permite-nos alterar o processo de verificação de flood de comentários;
  4. dashboard_glance_items permite-nos alterar a seção "Agora" no painel administrativo;
  5. login_message permite-nos alterar as mensagens padrão de login;
  6. bulk_post_updated_messages filtra o retorno de mensagens informativas quando um artigo é atualizado;
  7. widget_categories_args permite-nos alterar os argumentos padrões do widget Categorias;
  8. registration_redirect permite-nos configurar um redirecionamento "seguro" após um registro de usuário bem sucedido;
  9. comment_form_default_fields permite-nos alterar os campos padrões do formulário de comentários;
  10. upload_mimes facilita a alteração da lista de tipos permitidos de arquivos que podem ser enviados para a Biblioteca de Mídia;

O Fim

Acabou. Terminamos a série de filtros para WordPress — mas ainda não acabamos com os ganchos do WordPress: fique ligado para outra série de sete partes sobre as ações para WordPress!

Apesar de ter sido bem demorada, gostei bastante de escrever cada palavra e cada trecho de código. Sabia que era um pequeno ponto mas bastante útil dentro dos tutoriais para WordPress. Aprendi bastante enquanto escrevia; Espero que tenha sido o mesmo com você.

Todo o tipo de contribuição é bem-vindo, por falar nisso. Você pode:

  1. Compartilhar suas ideias sobre essa série nos comentários abaixo,
  2. Sugerir novos exemplos de filtros para uma ou duas partes extras,
  3. Oferecer maneiras de aprimorar minha escrita, caso tenha visto algum erro, incoerência ou ambiguidade em meus artigos,
  4. E compartilhar esses tutoriais em qualquer lugar e com qualquer pessoa que queria aprender sobre os filtros do WordPress!

Obrigado por ter acompanhado toda esta série! Até mais!

Seja o primeiro a saber sobre novas traduções–siga @tutsplus_pt no Twitter!

Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Looking for something to help kick start your next project?
Envato Market has a range of items for sale to help get you started.