Unlimited Plugins, WordPress themes, videos & courses! Unlimited asset downloads! From $16.50/m
Advertisement
  1. Code
  2. WordPress
Code

50 Filtros Para WordPress: Filtros 41 a 50

by
Difficulty:BeginnerLength:MediumLanguages:
This post is part of a series called 50 Filters of WordPress.
50 Filters of WordPress: Filters 31-40
50 Filters of WordPress: Series Finale

Portuguese (Português) translation by Erick Patrick (you can also view the original English article)

Nos artigos anteriores desta série, chegamos ao total de 40 filtros visto. Neste tutorial, veremos os últimos 10 filtros, bem como exemplos de cada um.

É hora de começar!

Filtrando o Código do Carregador de Scripts

O WordPress tem seu próprio carregador de scripts, o wp_enqueue_script(), que nos permite a "enfileirar" arquivos JavaScript ao invés de fixá-los no código fonte das páginas. E esse pequeno filtro, chamado script_loader_src, permite-nos alterar o comportamento de como eles serão enfileirados e retornados.

Exemplo: Remove the Version Parameter from Scripts

Os Google Page Speed, Yahoo YSlow e outros sites de avaliação de performance de sites, geralmente, odeiam os parâmetros de URL em arquivos JavaScript. E eles tem razão: Scripts com parâmetros ao final de suas URLs não são guardados pelos servidores proxy (descubra mais sobre isso, nesse artigo) e, infelizmente, o WordPress habilita parâmetros de "versão" para scripts (e estilos também), por padrão. Por sorte, podemos remover esse parâmetro ver com algumas poucas linhas de código:

Pronto! Seus arquivos JavaScript (e CSS) não terão mais o parâmetro de versão.

Se quiser aprender mais sobre uso apropriado do JavaScript com o WordPress, tenha certeza de dar uma olhada nesse meu outro artigo sobre o tópico.

Adicionando HTML à Metabox da "Imagem Destacada"

O filtro admin_post_thumbnail_html, como o nome sugere, permite que você adicione conteúdo HTML dentro da Metabox da "Imagem Destacada". O HTML aparecerá logo abaixo do link "Escolher imagem destacada".

Exemplo: Ajudando Seu Cliente a Configurar Corretamente Imagens Destacadas

Imagine que você está criando um blog pessoal para seu cliente, mas ele insiste em manter o blog por conta própria ao invés de contratar um assistente. Ele sempre esquece de adicionar uma imagem destacada (Ele chama de "imagem do topo") e você precisa deixar um lembrete na página de Novo Post. Eis como se faz:

Com seu utilíssimo lembre-te, seu cliente nunca esquecerá de configurar a "imagem do topo" com uma largura de, pelo menos, 900px.

Controlando Enxurrada de Ataques de Comentários - comment_flood_filter

Por padrão, o WordPress previne que pessoas comentem repetidamente em seus artigos, tentando evitar o conhecido "flood" (enxurrada). Por exemplo, se um visitante comentar em um artigo em seu site, ele deve esperar 15 segundos (valor padrão), antes de comentar novamente. Esse filtro permite você alterar esse valor - ou desabilitar a verificação de enxurrada.

Exemplo: Fazendo Comentaristas Esperarem Mais

Como disse, o WordPress faz com que o visitante espere por 15 segundos antes de comentar novamente. Em alguns cenários, é preciso aumentar esse valor para, digamos, 60 segundos. Eis como se faz:

Alterando o valor "60" no trecho acima para o valor que desejar.

Exemplo Bônus: Desabilitando a Verificação de Enxurrada de Comentários

Se você não se importa com a velocidade de comentários dos visitantes, você pode desabilitar a verificação de enxurrada usando as duas linhas abaixo:

Notou a função remove_all_filters()? Como o nome sugere, ela remove todas as funções de filtros de um gancho de filtro.

Alterando a Quantidade de Itens Visto na Seção "Agora"

A seção "Agora" nos mantém atualizados sobre quantos artigos, páginas e comentários estão na base de dados do seu site. O filtro dashboard_glance_items ajuda-nos a mostrar informações adicionais, como o número de artigos customizados.

Exemplo: Mostrando o Tipo de Post "Evento" na Seção "Agora"

Imaginemos que você tenha um blog para eventos, onde você mantém os visitantes informados sobre novos locais de eventos, os quais você publica como um artigo customizado, chamado "Eventos" (e com o identificador event). Para vermos a quantidade de eventos em seu blog, você pode usar a função abaixo e atrelá-la ao filtro dashboard_glance_items dessa forma:

Fácil, certo? Altere o valor da variável $post_types (vetor) para adequar-se às suas necessidades.

Altere as Mensagens Padrão do Formulário de Login

O filtro login_message permite-nos editar a mensagem padrão que é retornada logo acima dos formulários de login de nossas instalações WordPress (Não são os "erros", apenas as mensagens tradicionais).

Exemplo: Alterando as Mensagens Padrão de "Perdeu Senha"

Se você quiser simplificar as instruções para "perdeu a senha" ("Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail. Você receberá um link para criar uma nova senha via e-mail."), você pode alterá-la assim:

Há inúmeras ações que podem ser encontradas no arquivo wp-login.php:

  • logout
  • lostpassword e retreivepassword (apelido)
  • resetpass e rp (apelido)
  • register
  • login

Assim como fizemos em nosso exemplo, você pode escrever mensagens diferences para ações diferentes.

Alterando Mensagens de Atualização em Massa

Existem mensagens mostradas quando você atualiza, remove, recupera ou apaga artigos. Se quiser alterar essas mensagens, o filtro bulk_post_updated_messages é seu amigo.

Exemplo: Criando Mensagens Customizadas para Tipos de Post Customizado

Digamos que você não goste das mensagens apresentadas para as ações em massa dos seus artigos customizados para o tipo "evento" e quer alterá-las. Eis como se faz:

Fácil, não é? Lembre-se de tornar as mensagens traduzíveis se não for o único a usar o plugin ou tema.

Filtrando o Widget de Categorias Padrão

Em alguns casos, você pode alterar o widget padrão de Categorias. Com o filtro widget_categories_args você pode fazer isso.

Exemplo: Excluindo Categorias do Widget

Se você já quis "esconder" algumas categorias do widget de Categorias, use o código abaixo:

Altere o vetor $exclude_arr com os IDs das categorias não desejadas e pronto.

Redirecionando o Usuário Após Registro

Por padrão, o WordPress só lembra você de verificar seu e-mail após o registro e não o redireciona para qualquer outro lugar. Com o filtro registration_redirect, contudo, você pode configurar um endereço seguro que servirá de redirecionamento após registros bem sucedidos.

Exemplo: Permitindo Novos Usuários Baixarem Seu Novo Livro

Se você oferecer um livro gratuito para os visitantes que se registrarem em seu site, você pode redirecioná-los para a página que contém o link para download, usando o trecho de código abaixo:

Lembre-se, o redirecionamento é feito usando a função wp_safe_redirect(). Isso significa que você não pode redirecionar para sites externos, a não ser que tenha usado o filtro allowed_redirect_hosts para especificar servidores "seguros". Vimos esse filtro no primeiro artigo, então, tenha certeza de ler o tutorial, caso não o tenha ainda.

Alterando Campos do Formulário de Comentário

O WordPress possui a função comment_form() para mostrar o formulário de contato, e você pode alterar seus campos usando os argumentos dessa função. Se estiver desenvolvendo um plugin, porém, você não será capaz de alterar qualquer parâmetro dela. Esse pequeno filtro nos permite alterar o código HTML padrão dos campos do formulário, ou até removê-los.

Exemplo: Removendo o Campo de URL do Formulário de Comentários

Digamos que você, enquanto um projetista da web autônomo, tem criado um plugin de "ajustes padrão" para todos os seus clientes e, por segurança, decide remover os campos de URL dos formulários de comentário de todos os sites. Você pode criar uma simples função para conseguir esse efeito:

Cole esse trecho de código no arquivo do seu plugin e pronto!

Alterando a Lista de Tipos de Arquivos Aceitos

Por padrão, você pode enviar um certo número de tipos de arquivos para sua Biblioteca de Mídia do WordPress – veja a lista completa de tipos de arquivos aqui. Com a ajuda do filtro upload_mime, você pode alterar a lista de tipos permitidos.

Exemplo: Prevenir o Envio de GIFs

Ah, os GIFs... eles eram bastante populares em 1999 e continuam sendo em 2014. Você sabia que o primeiro meme foi um GIF de um bebê dançando? Eram bons tempos onde criávamos "páginas" no Yahoo! Geocities e curtíamos o som enjoado do ICQ, toda vez que alguém entrava em contato conosco...

Continuando... Se quiser proibir o envio de GIFs para seus sites, você pode desabilitá-lo usando o trecho de código abaixo:

Adeus, vídeos de quatro segundos que basta serem vistos uma vez, porém, continuam executando continuamente!

Fim da Parte Cinco

Hoje, passamos pelos últimos 10 filtros neste artigo. Espero que tenha gostado e aprendido coisas novas com ele. No próximo artigo, recapitularemos o que vimos e encerraremos a série. Até lá!!

Gostaria de saber o que vocês têm achado desta série. Tem gostado dos filtros selecionados? Deixe seus comentários, logo abaixo. E, caso tenha curtido o artigo, não esqueça de compartilhá-lo!

Seja o primeiro a saber sobre novas traduções–siga @tutsplus_pt no Twitter!

Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Looking for something to help kick start your next project?
Envato Market has a range of items for sale to help get you started.