Advertisement
  1. Code
  2. Magento
Code

Atualizar para Magento 2: Criando um plano de migração

by
Length:MediumLanguages:

Portuguese (Português) translation by Rafael Corrêa Gomes (you can also view the original English article)

Magento 2 foi finalmente lançado em novembro no ano passado, depois de uma longa espera. Aparentemente, a espera valeu a pena, porque a nova versão do Magento parece ser construído sobre uma arquitetura completamente diferente e é muito mais otimizado, rápido e fácil de usar. Se você está planejando construir uma nova loja Magento, é certeza que você deve usar 2 Magento para seu novo projeto de Magento.

No entanto, se você já tem uma loja Magento 1, versão do Magento 2 o colocará em um pouco de dúvida sobre se você deve continuar com Magento 1 ou alternar para Magento 2. Este artigo é um artigo sobre o mesmo tema, falarei brevemente sobre o processo de migração para Magento 2 e todos os aspectos importantes que você precisa considerar para essa migração.

Coisas a considerar antes da migração

A primeira decisão que você precisa fazer aqui é: você deve ficar com Magento 1 por um tempo, ou iniciar a migração para Magento 2 imediatamente? Aqui estão algumas coisas a considerar ao fazer esta decisão:

  • Magento 2 é realmente melhor e mais rápido do que o Magento 1 — não há dúvida sobre isso. Então, se você acaba de lançar sua loja, ou não tem pouco ou nenhum tráfego para ele nesta fase, inicie o processo de migração, imediatamente.
  • Se você estiver satisfeito com seu desempenho atual do Magento, e as coisas estão funcionando bem para você com Magento 1, não há nenhuma necessidade urgente para migrar para o Magento 2. Só porque o Magento 2 foi lançado, não significa que Magento 1 já está morto. Magento anunciou que vai continuar apoiando Magento 1 por mais três anos — ele só não vai liberar mais versões do Magento 1, e você não verá muitos novos temas Magento 1 e extensões. Então, resumindo, você pode continuar usando Magento 1 por um ano ou dois sem sentir a extrema necessidade de atualizar.
  • Abster-se do processo de atualização, se você está atualmente uma época importante para a sua loja. No meio de populares estações comerciais como Black Friday ou feriados de ano novo, é uma má idéia para começar a mudar as configurações do site, porque pode causar tempo de inatividade e manutenção, e nunca se sabe quando algo pode dar errado. Então, por que correr o risco?
  •  Outra coisa importante a considerar é se o tema e as extensões que você está usando para sua loja Magento já estão disponíveis para Magento 2. Magento 2 está a poucos meses de idade, portanto, embora a comunidade está lutando rápido para atualizar o existente de extensões e temas, nem todos são compatíveis com Magento 2 ainda. Então, se você tem uma importante extensão que ainda não está pronta para Magento 2, você definitivamente deve esperar!

O plano de migração

Se você considerou todos os prós e contras de transferir para Magento 2 e tomou a decisão de migrar, aqui está uma breve visão geral das etapas necessárias para transferir seu site para Magento 2.

Rever o seu site

Como discutido acima, ter um bom olhar para a disponibilidade de suas extensões e temas é necessários — você deve ter certeza que eles estão disponíveis no Magento 2. Além disso, procure qualquer extensões que você pode usar, bem como quaisquer arquivos do banco de dados que você precisa migrar e quaisquer arquivos que você pode usar.

Planejamento de infra-estrutura

Verifique com sua empresa de hospedagem se tem toda a capacidade necessária para host  do Magento 2 sem nenhum problema, e se também pode sustentar e apoiar seu site quando o tráfego aumentar, também se pode ser dimensionado no futuro.

Criar uma loja Magento 2

Criar uma nova instalação do Magento 2 e após a instalação subir seu banco de dados do Magento 2 logo que possível

Em seguida, começa a instalar as extensões necessárias na loja Magento 2.

Etapas para a migração

Instale a ferramenta de migração do Magento (passos abaixo) e verifique se tem acesso a bancos de dados do Magento 1 e 2 para iniciar o processo de migração.

Pare o cron do Magento 1 e também toda a atividade no painel de admin Magento 1, além de questões de ordem necessárias de gestão e não retomar a atividade até que o processo de migração seja concluído e o Magento 2 entrar no ar.

Manualmente transferir todos os arquivos de mídia do seu site Magento 1 para Magento 2 e usar a ferramenta de migração do Magento para migrar as configurações para o site 2.

Agora use a ferramenta de migração para transferir completamente o banco de dados Magento 1 para o banco de dados do Magento 2. Ambos os bancos de dados têm estruturas diferentes, mas a ferramenta de migração sabe o que transferir para onde, para que os dados permaneçam acessíveis em sua instalação Magento 2. No entanto, se você estiver usando uma extensão que usa seus próprios dados, e quando transferir para Magento 2 tem uma estrutura de banco de dados diferente para ele, use os arquivos de mapeamento que vêm com a ferramenta de migração de dados.

Uma vez que você tiver concluído a transferência de dados, reindexe seu Magento 2.

E, como sempre, o último passo é conduzir testes extensivos do seu novo Magento 2.

Etapas de pós-migração

Embora você tenha parado a maior parte do processo no painel de admin do Magento 1 antes do início do processo de migração, talvez houvesse alguma ordem de processamento de problemas acontecendo. Também, talvez novo usuário de clientes ou alterações no perfis de cliente ocorreram durante este tempo. Agora você precisa migrar esses dados usando atualizações incrementais.

Depois de garantir que você tenha completamente transferido todos os dados para o seu Magento 2 e tudo está funcionando absolutamente bem, é hora de ir para o ar. Para isso, coloque seu Magento 1 em modo de manutenção, pare a ferramenta de migração, inicie os trabalhos de Magento 2 no cron e aponte seus balanceadores de carga de DNS para o novo hardware de produção. E está feito!

Este diagrama de fluxograma explica todas as etapas para a migração:

Migration Flow Chart

Imagem fonte: http://devdocs.magento.com/guides/v2.0/migration/migration-overview-how.html

Note que isto foi apenas uma visão geral do processo de migração para que você planejar corretamente. Será dada uma explicação mais detalhada de todas estas etapas em um próximo artigo sobre o mesmo tema.

Práticas recomendadas para considerar

Embora vou explicar todos os detalhes de etapa de migração no próximo artigo, aqui estão algumas práticas recomendadas para manter em mente:

  • Antes da migração, criar uma duplicata do banco de dados do Magento 1 e seu Magento 2 para esse banco de dados duplicado. Isso é porque se você acidentalmente se conectar ao banco de dados do Magento 1, você vai acabar perdendo seu banco de dados do Magento 1, e muitas vezes as perdas de dados são irrecuperáveis.
  • Após a duplicação do banco de dados do Magento 1, apenas mantenha dados essenciais nele e remova todos os dados desnecessários. Por exemplo, você pode remover registros de produto recentemente vistos e comparados, algumas velhas regras promocionais, logs, citações de ordem, etc.
  • Pare a atividade (exceto a atividade de gerenciamento de ordem essencial) no painel de admin do Magento 1 antes de iniciar o processo de migração. Se você fizer alterações depois de criar um banco de dados duplicados, essas alterações não vai ser transferidas para o sua loja Magento 2.
  • Evite todos os tipos de alterações no código durante o processo de migração. Os desenvolvedores obtêm a tentação para consertar as coisas, como eles as veem, mas quando se está na migração não é a melhor hora para fazer isso. Você pode segurar todas essas mudanças, até que a migração seja concluída com êxito.
  • Para aumentar o desempenho de migração, você pode definir a opção <direct_document_copy> 1 </direct_document_copy> no seu config.xml. Para isso, bancos de dados do Magento 1 e 2 devem estar localizados em uma instância do MySQL, e a conta de banco de dados deve acessar cada banco de dados.

Agora vou te dar uma estimativa de um tempo de processo de migração profissional, de acordo com o devdocs do Magento. Uma loja Magento hospedados no VirtualBox VM, CentOS 6, 2,5 Gb de RAM, 1 CPU ambiente de 2,6 GHz de núcleo, com Banco de dados de cerca de 177k de produtos cadastrados, 355k em pedidos e 214k em clientes levaram cerca de 10 minutos para migrar configurações e 9 minutos para migrar os dados, e o site tinha que permanecer no modo de manutenção para reindexar o Magento 2 e alterar as configurações de DNS.

Transferência de ferramenta vs Manual de migração

Embora a ferramenta de migração seja de grande ajuda para migrar seus dados e configurações para Magento 2, nem todos os dados podem ser transferidos através desta ferramenta de migração. Estes são os três tipos de dados que você precisa transferir manualmente (instruções sobre como fazer isso no próximo artigo):

  1. Media
  2. Design da loja
  3. ACLs (listas de controle de acesso)

Instalando a ferramenta de migração do Magento

Antes de instalar a ferramenta de migração, certifique-se de ter concluído todas as etapas do 'Rever seu site', 'Planejamento de infra-estrutura' e 'criação de lojas Magento 2' fases, conforme explicado acima. Depois de ter feito tudo isso, use as instruções abaixo para instalar:

Logue como o usuário com privilégios para editar e criar arquivos em seu servidor Magento.

Vá para o diretório de raiz do Magento 2 e digite o seguinte comando para atualizar o arquivo de composer.json primeiro:

Em seguida, digite o seguinte comando para exigir a versão atual do pacote:

Isto irá instalar a versão 2.0.0 do pacote. Se você pretende usar uma versão diferente do pacote, defina a versão no comando nesse sentido.

Aguarde enquanto as dependências estão instaladas. Uma vez feito, digite estes dois comandos para instalar a ferramenta de migração:

Quando você executar esses comandos, ele vai alertá-lo para as chaves de autenticação. Em chave pública, digite seu nome de usuário e na chave privada, digite sua senha. Mais informações sobre chaves de autenticação podem ser encontradas em devdocs o Magento.

Isso deve instalar a ferramenta de migração do Magento em sua loja Magento 2. Nós vamos usar isso para iniciar e completa a transferência seguindo os procedimentos explicados no artigo seguinte.

Neste artigo, minha intenção era de salientar algumas coisas principais a considerar para ajudar a decidir se é uma boa decisão migrar para o Magento 2. Também dar uma visão geral do processo de migração para fins de planejamento e lhe dar algumas dicas para as melhores práticas no processo de migração. Como primeiro passo, temos também instalado a ferramenta de migração de dados do Magento.

Nós vai continuar de onde paramos hoje no próximo artigo!

Seja o primeiro a saber sobre novas traduções–siga @tutsplus_pt no Twitter!

Advertisement
Advertisement
Looking for something to help kick start your next project?
Envato Market has a range of items for sale to help get you started.