Unlimited Plugins, WordPress themes, videos & courses! Unlimited asset downloads! From $16.50/m
Advertisement
  1. Code
  2. Android SDK

Criar Aplicativos Android Acessíveis

by
Length:MediumLanguages:

Portuguese (Português) translation by Luis Drum (you can also view the original English article)

Sempre que você cria um app Android, quer o máximo de pessoas possível para fazer o download e usar esse app, mas isso só pode acontecer se seu aplicativo é acessível a todos — incluindo as pessoas que acessam seus dispositivos Android através de recursos assistivos, ou que experienciam  apps sem elementos como cor ou som.

Para marcar o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência da ONU, vamos dar uma olhada em como podemos fazer nossos apps Android mais acessíveis.

Neste artigo, mostrarei como fornecer a melhor experiência para quem usa seu app, otimizando seu aplicativo para os recursos de acessibilidade que são incorporados em todos os dispositivos Android. Eu também abordarei as práticas recomendadas de acessibilidade e como realmente colocar a acessibilidade do seu aplicativo em teste, antes de enviá-lo para o mundo.

Porque a Acessibilidade é Importante

Antes de entrarmos em como criar aplicativos acessíveis, vamos ver por que é importante criar aplicativos mais acessíveis.

1. É a Coisa Certa a Fazer

Quando você publica um aplicativo móvel, esse aplicativo deve ser acessível a todos — não apenas as pessoas que têm visão perfeita, audição e coordenação motora.

Proporcionar uma experiência mais inclusiva é simplesmente a coisa certa a fazer!

2. Aumenta sua Audiência Potencial

Todo desenvolvedor Android quer que seu aplicativo seja baixado e usado por tantas pessoas quanto possível, e criar um aplicativo acessível irá ajudá-lo a alcançar esse objetivo.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), mais 1 bilhão de pessoas têm algum tipo de deficiência, o que equivale a cerca de 15% da população mundial. Embora não haja nenhuma indicação de como muitas destas pessoas têm acesso a um dispositivo Android, estes números deixam claro que a acessibilidade não é uma área de nicho do design para dispositivos móveis. Ao suportar recursos de acessibilidade, você está aumentando significativamente o número de pessoas que podem e possivelmente, usarão seu aplicativo.

3.Tudo Se Resume em Fornecer Escolhas

Recursos de acessibilidade não são exclusivamente utilizados por pessoas com deficiências.

Alguém que está se recuperando de uma doença ou lesão pode precisar temporariamente usar os recursos de acessibilidade do seu dispositivo, enquanto alguém que está em um local muito barulhento pode usar legendas até que esteja em um lugar mais calmo.

Ao suportar os recursos de acessibilidade do Android, você está dando as pessoas a flexibilidade de usar sua aplicação da forma que funciona melhor para elas.

4. Beneficia Todos os Usuários

Seguir as melhores práticas de acessibilidade frequentemente irá melhorar a usabilidade geral do seu aplicativo.

Por exemplo, se seu aplicativo inclui comentários apenas de áudio, então as práticas recomendadas de acessibilidade aconselham oferecer uma alternativa que não contenha áudio. Isso torna seu aplicativo acessíveis para pessoas com dificuldades auditivas, mas ele também vai melhorar a experiência para outras partes de sua base de usuários, incluindo quem tentar usar seu aplicativo enquanto o dispositivo está no mudo!

5. Incentiva Você a Pensar Sobre seu Aplicativo de Uma Nova Forma

Quando você trabalha em um aplicativo por um tempo, muitas vezes você pode sentir como se estivesse "perto demais" para ser capaz de vê-lo mais objetivamente.

Avaliar o tipo de experiência que você está fornecendo para os usuários que podem estar acessando seu app sem elementos tais como a cor ou som incentiva você a pensar sobre seu aplicativo em uma nova forma. Essa nova perspectiva pode ajudá-lo a se concentrar em problemas que você poderia ter perdido, identificar áreas de melhoria e talvez mesmo vir com algumas ideias novas e criativas para seu aplicativo.

Suporte a Tecnologias Assistivas 

Um recurso de tecnologia assistiva ou acessibilidade é uma parte do software ou hardware que torna os dispositivos mais acessíveis. O Android tem uma série de recursos de acessibilidade incorporada e há muitos apps e até mesmo dispositivos externos que as pessoas podem baixar ou comprar a fim de tornar seus dispositivos Android melhores para atender as suas necessidades.

Da mesma forma que você otimiza seus apps Android para trabalhar bem com o touchscreen e configurações de tela diferentes, você deve otimizar seu app para estes serviços de acessibilidade.

Alguns exemplos de tecnologias assistivas que seu aplicativo deve suportar:

  • Leitores de tela: estes dispositivos ajudam os usuários com visão limitada a interagir com seus dispositivos Android, lendo o texto em voz alta, conformo usuário se move pela tela.
  • Controlador de acesso: isto permite que usuários com destreza limitada naveguem em seu app com um controle físico ou um gesto como um piscar de olhos.
  • Controles direcionais: Este é um controle tipo joystick que, mais uma vez, permite aos usuários com destreza limitada navegar em seu app.
  • Legendas ocultas: semelhante às legendas em uma TV, as legendas ocultas em seu app permitem que os usuários surdos ou com dificuldades de ouvir leiam as legendas para qualquer áudio falado em seu aplicativo.
  • Tamanhos de fonte: usuários com visão limitada podem aumentar a fonte do global do sistema em seus dispositivos para melhorar a legibilidade.

Otimizar para tecnologias assistivas é um dos passos mais importantes na criação de um aplicativo acessível, então em um próximo post eu vou cobrir todos os principais serviços de acessibilidade e mostrar como otimizar seu aplicativo para fornecer uma experiência melhor para cada um desses serviços.

Boas Práticas de Acessibilidade Adicionais 

Até agora focamos na otimização de seu app para serviços específicos de acessibilidade, mas existem algumas orientações adicionais que você deve seguir, para garantir que seu aplicativo está acessível a todos.

Fornecer Alternativas aos Prompts Apenas de Áudio 

Você deve fornecer um mecanismo de feedback secundário para cada som importante que é usado em todo o aplicativo. Por exemplo, se um som de erro é a única indicação de que um usuário preencheu incorretamente um formulário, então essa informação não vai ser comunicada aos usuários que têm dificuldades de audição. Você deve sempre fornecer uma alternativa visual para informações de áudio do seu aplicativo, como um toast ou um snackbar.

A maneira mais fácil de testar se seu aplicativo é acessível sem som é tentar navegá-lo do começo ao fim com o seu dispositivo no mudo.

Seguir Diretrizes de Movimento

Usuários com sensibilidade de movimento e de visão podem achar alguns efeitos de animação desconfortáveis. Se seu aplicativo tiver conteúdo que se move, rola ou pisca durante mais de cinco segundos, então você deve dar aos usuários uma maneira de desabilitar estes efeitos.

Se seu app apresenta qualquer conteúdo piscando, então você deve revisar as orientações do World Wide Web Consortium e os limiares gerais de flash e flash vermelho para ter certeza que seu app é seguro para o uso de todos.

Aumentar o Contraste

Se o contraste entre cores de fundo e primeiro plano do seu aplicativo é muito baixo, então, seu conteúdo pode ser difícil  de diferenciar para pessoas com problemas de visão. Baixo contraste também pode causar problemas para as pessoas que estão usando telas com baixa luminosidade.

O World Wide Web Consortium (W3C) recomenda que para um texto pequeno, você deve usar uma relação de contraste de 4.5:1 entre o fundo e o texto do seu aplicativo. Para textos maiores (14 pt e acima) você deve usar uma relação de contraste de pelo menos 3:1.

Se seu aplicativo apresenta cores parcialmente transparentes, então tenha em mente que estas cores podem aparecer mais claras na tela em comparação com seus valores RGB, o que afetará a taxa de contraste.

Você pode testar a relação de contraste do seu aplicativo usando o app Acessibility Scanner, que nós exploraremos em mais detalhes posteriormente neste artigo.

Seu Aplicativo Precisa de Documentação de Suporte?

Ninguém gosta de ler manuais de usuário, então, idealmente, seu aplicativo deve integrar-se com as tecnologias assistivas do Android de uma forma que pareça intuitivo e autoexplicativo. No entanto, se você suspeitar que seus usuários podem se beneficiar de alguma orientação adicional, você pode adicionar essas informações na página do seu aplicativo, seção de Ajuda interna ou documentação online. Por exemplo, a documentação online do Google Drive contêm uma seção inteira sobre como acessar o Google Drive através de um leitor de tela.

Evite Custom Views

Views padrão do Android já contêm o código e metadados para ajudá-los a trabalhar com vários serviços de acessibilidade prontos para uso, então você deve usar esses componentes padrão, sempre que possível.

Se você tem que criar Views personalizadas, então você deve executar alguns testes adicionais de codificação para certificar-se de que estes controles não padronizados integram-se com as características assistivas do Android. Você pode aprender mais sobre como criar componentes personalizados de acessibilidade na documentação oficial do Android.

Não "Abuse" de Recursos de Acessibilidade

Muitos aplicativos têm uma longa história de uso da  API de Acessibilidade do Android como uma maneira de acessar partes do sistema operacional Android que de outra forma são fechadas para aplicativos de terceiros. Esta técnica é frequentemente usada por aplicativos de gestão da bateria e automação, e antes da introdução do Framework de Preenchimento Automático do Android Oreo, também foi usado por muitos aplicativos de gerenciamento de senha.

Usar recursos de acessibilidade para algo diferente de acessibilidade sempre foi um pouco de uma área cinzenta, mas recentemente o Google começou a reprimir aplicativos que "abusam" da API de Acessibilidade. Alguns desenvolvedores declaradamente começaram a receber e-mails solicitando-lhes para excluir a permissão de android.permission.BIND_ACCESSIBILITY_SERVICE de sua aplicação, ou seriam removidos da loja Google Play.

Se você planeja distribuir seu aplicativo através do Google Play, então você deve sempre usar os recursos de acessibilidade do Android da forma que foram designados.

Colocando a Acessibilidade do Seu Aplicativo em Teste

No decorrer deste artigo, analisamos como você pode habilitar os recursos assistivos do Android e então usá-los para testar e refinar a experiência que você está fornecendo para todos que usam esses recursos.

Esta é uma boa base para testar a acessibilidade do seu aplicativo, mas nesta seção final eu vou cobrir algumas etapas adicionais que você pode seguir, a fim de realmente colocar a acessibilidade do seu aplicativo em teste.

Instalar um Scanner de Acessibilidade Automatizado

Enquanto não há nenhum substituto para testes manuais, scanners de acessibilidade podem verificar seu app para erros comuns, tais como Views em que estão faltando descrições de conteúdo, alvos de toque menores que 48x48dp, ou relações de contraste insuficiente. Estes scanners automáticos podem ser particularmente úteis para a criação de uma lista rápida 'To do', ou para executar uma verificação de sanidade final antes de liberar seu app para o mundo real.

O Google lançou um Scanner de Acessibilidade que pode examinar seu app e sugerir uma gama de melhorias de acessibilidade, embora a digitalização seja limitada para uma única tela de cada vez.

Para realizar uma verificação:

  • Baixe o Scanner de Acessibilidade do Google Play.
  • Siga as instruções na tela para ativar o Scanner de Acessibilidade.
  • Navegar até a tela que você deseja analisar.
  • Pegue uma captura de tela tocando a marca de seleção verde pequeno no centro da tela. O Scanner de Acessibilidade irá carregar a sua imagem, e você poderá ver todas as alterações sugeridas ao tocar no ícone List na barra de ferramentas.
View the suggested changes for your app by tapping Accessibility Scanners List icon

Como o Scanner de acessibilidade pode analisar qualquer aplicação, você também pode usá-lo para pesquisar onde outros apps falham nos padrões de acessibilidade, que pode ajudá-lo a identificar os erros que você deve evitar fazer em seus próprios aplicativos.

Observe que se o Scanner de Acessibilidade exibir uma tela de captura preta, isso significa que você tentou tirar uma captura de tela de uma janela de segurança, como uma tela contendo dados bancários.

Uma vez que você tenha terminado de examinar seu aplicativo, você pode desativar o Scanner de Acessibilidade navegando para Settings > Accessibility > Accessibility Scanner e empurrando o controle deslizante para a posição Off.

Experimente e Organize Alguns Testes de Usuário

Ao testar seu aplicativo, você deve sempre tentar obter feedback de pessoas que representam seu público-alvo e testes de acessibilidade não são uma exceção.

Pessoas que usam tecnologias assistivas diariamente muitas vezes podem identificar problemas que você tenha esquecido e fornecer sugestões sobre como melhorar a acessibilidade do seu aplicativo. Quando se trata de encontrar voluntários, você pode tentar entrar em contato com organizações que trabalham com pessoas com deficiências ou participar de comunidades online, como os fóruns Acessibility e Eyes-free.

Conclusão

Neste artigo, eu expliquei algumas das orientações para a criação de apps Android acessíveis. No meu próximo post, mostrarei como otimizar ainda mais seu app para fazer uso de tecnologias assistivas tais como leitores de tela, controles direcionais e legendas ocultas. Portanto, fique atento!

Se você estiver interessado em aprender mais sobre acessibilidade, o Google publicou um aplicativo de exemplo que inclui códigos para muitas das técnicas discutidas neste artigo. Você também encontrará muitas informações sobre acessibilidade em dispositivos móveis em geral no site da Web Accessibility Initiative.

E se você quiser aprender mais sobre desenvolvimento de apps Android, confira alguns dos nossos outros posts aqui no Envato Tuts +!

Advertisement
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Looking for something to help kick start your next project?
Envato Market has a range of items for sale to help get you started.